sexta-feira, 13 de novembro de 2015

Felipe Maia: Burocracia afugenta investidores e torna o Brasil menos competitivo.


O excesso de burocracia torna o Brasil um ambiente desfavorável para o empreendedorismo. Levantamento feito pelo Banco Mundial em 189 países deixou o Brasil na 116ª posição em relação a quantidade de obstáculos para os negócios. Fatores como tempo gasto para abrir uma empresa e o número de horas por ano para cumprir as obrigações tributárias foram considerados pela pesquisa.

De acordo com o deputado federal Felipe Maia (DEM), em discurso na tribuna da Câmara, nesta quinta-feira (12), o governo federal não promove investimentos estruturantes no país e ainda atua contra o investimento privado. “O Brasil precisa de ações que estimulem a retomada do crescimento e a geração de emprego e renda. Mas se o governo federal continuar agindo na contramão do desenvolvimento, ficaremos mais distantes de um desfecho para esta crise”, destacou.

O estudo mostra que o brasileiro leva cerca de 83 dias para abrir uma empresa e mais um ano e dois meses para conseguir os alvarás de construção. Além disso, para regularizar o imóvel, o empreendedor enfrenta mais 153 dias. Quando se trata do sistema tributário do país, os prazos e dificuldades aumentam. No Brasil, cada empresa despende, em média, de 108 dias por ano para processar, declarar e recolher impostos, taxas e contribuições. E ainda dedica um tempo 21 vezes maior para cumprir obrigações com o fisco do que em países como Espanha, Inglaterra, Estados Unidos e Chile.

“E para piorar, no intuito de aumentar a arrecadação, o governo federal quer adotar uma série de medidas que afugentam ainda mais os investimentos nacionais e estrangeiros, como por exemplo, aumentar a tributação da folha de pagamento de 43 setores, como transporte público, confecções e construção civil. Medidas como essa são equivocadas e refletem na alta desaprovação do governo Dilma Rousseff, pois a população não concorda com a forma com que o Brasil vem sendo conduzido”, disse Felipe Maia.

Assessoria de Comunicação
Postagem de Josimar Lopes

0 comentários


EnviarEmoticon

Próxima Proxima
Anterior Anterior