terça-feira, 29 de março de 2016

Em nota prefeita de Riacho da Cruz diz que Município se ver sem poder e sem competência para enfrentar os crimes!

Prefeita pede que a justiça se sensibilize com a angústia e o medo enfrentados pela população de Riacho da Cruz diante da constante e permanente ação da marginalidade.
“Na noite do último domingo, 27 de Março de 2016, mais um cidadão de bem do nosso município sofreu um tentativa de assassinato. Em pouco mais de um mês, é o segundo caso no município. A frequência desses casos tem deixado à população assustada e reivindicando ações efetivas do poder Público. O Município de Riacho da Cruz se ver sem poderes, sem competência para enfrentar os crimes de roubo, furto e mortes, cada vez mais banais, por motivos fúteis e sem motivos aparentes.

O Poder Municipal vem ao longo dos últimos anos, exigindo dos órgãos de segurança do Governo do Estado e da Justiça, a quem compete à preservação da segurança e a paz dos cidadãos de Riacho da Cruz e do Rio Grande do Norte, que hajam de acordo com suas obrigações legais, afim de que a população possa se livrar do estado de medo e intranquilidade á que se vê submetida nos últimos anos. A Prefeita Municipal pleiteia, sem sucesso até o presente momento, o aumento do efetivo policial, como também busca condições necessárias para que os policiais possam realizar as suas atividades de repressão ao crime e de garantir a população o direito a paz e a tranquilidade.

Infelizmente, o que ouvimos das autoridades competentes são as mesmas respostas: não temos efetivo, não temos recursos para operações, dentre outros. Portanto, enquanto o Estado se omite, pedimos as autoridades competentes, como também a justiça que possam finalmente, sensibilizar-se com a angústia e o medo enfrentados pela população diante da constante e permanente ação da marginalidade”.


MARIA BERNADETE NUNES REGO GOMES
Prefeita
 
Via: O Mural de Riacho da Cruz.
Postagem de Evandro Lopes.

0 comentários


EnviarEmoticon

Próxima Proxima
Anterior Anterior