segunda-feira, 11 de abril de 2016

UFRN recebe homenagem pela criação de sistema de gestão acadêmica

Dez anos depois de ser criado pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte e de estar implantado em mais de 40 instituições brasileiras envolvendo cerca de 700 mil estudantes universitários, o Sistema Integrado de Gestão de Ações Acadêmicas (Sigaa) recebeu homenagem nacional em um evento realizado pela Showtec Participações e Eventos, na noite da última quinta-feira, 7 de abril, no Restaurante Camarões, em Natal (RN).
O Sigaa é um dos projetos estratégicos previstos no Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) da UFRN nas áreas da Tecnologia da Informação e da Comunicação. Atualmente é um ecossistema que mobiliza mais de 1 mil desenvolvedores em todo país.
O êxito do Sigaa, como sistema informatizado de ações acadêmicas, também despertou o interesse dos gestores do Ensino Básico e Fundamental. A UFRN construiu junto com o Ministério da Educação (MEC) ajustes para que o sistema fosse adaptado às escolas da rede estadual do RN.  Atualmente, o Sigeduc está implantado em vários municípios.
O sistema surgiu em meados de 2005, na sequência de implantação de outros como o Sipac e o Sigrh, sistemas que mudaram o paradigma da gestão de processos internos e externos da Universidade. Na avaliação da professora Angela Paiva Cruz, reitora da UFRN, a Universidade intensificou a informatização da gestão com um conjunto de sistema que vem, desde então, “conferindo mais transparência, celeridade e eficiência aos processos institucionais”.
Enquanto o Sipac  organiza todo o sistema de compras, almoxarifado e patrimônio e o Sigrh possibilita agilidade aos processos relacionados aos servidores técnico-administrativos e docentes, o Sigaa substituiu uma quantidade considerável de etapas físicas e presenciais decorrentes de demandas de alunos e docentes.
Para o professor, a ferramenta Sigaa auxilia e simplifica o preenchimento de notas, frequência, plano de aula, entre outras, permitindo mais tempo à produção de conteúdos das suas aulas, a projetos de pesquisa e de extensão. Para o discente, facilita o acesso às informações das turmas, das disciplinas e das atividades de sala de aulas. Em dias de “pico”, como início de semestre, o sistema chega a registrar cerca de 800 mil acessos discentes e docentes.
De acordo com a reitora, “foi com muito esforço e com projetos bem administrados e bem concebidos, e com alta exigência de alunos e docentes, bem como de gestores” que o Sigaa e outros sistemas alcançaram importância no cotidiano da Universidade e tornaram-se referência nacional para a gestão acadêmica eficiente.
Na cerimônia, a reitora ressaltou ser “apenas receptora da homenagem” e enfatizou que os resultados hoje alcançados pela UFRN nas pesquisas e ações de Tecnologia da Informação decorrem de uma “concepção de universidade que vem sendo construída décadas atrás” com o engajamento da comunidade acadêmica, das unidades internas e de parceiros externos.
A reitora compartilhou a homenagem com estudantes e gestores que estiveram envolvidos com a construção do sistema acadêmico em suas etapas iniciais, apresentado conceitos e requisitos exigentes e condizentes. Lembrou a reitora que, para “alavancar esses projetos”, foi importante organizar grupos, realizar concursos para doutores e qualificar pessoas, ao mesmo tempo incentivando que se organizassem em núcleos como a Superintendência de Informática.

Postagem de Evandro Lopes.

0 comentários


EnviarEmoticon

Próxima Proxima
Anterior Anterior