segunda-feira, 20 de junho de 2016

Vivo é condenada a pagar indenização após atendente ofender cliente


A Telefônica Brasil (Vivo) foi condenada a pagar uma indenização de R$ 12 mil a uma cliente, segundo uma decisão da Comarca de Água Branca, em Alagoas. A consumidora ligou para a operadora para reclamar sobre cobranças indevidas na conta de celular. A funcionária que a atendeu na central telefônica pediu que a cliente pontuasse o atendimento da empresa. A mulher disse que daria a nota zero, já que estava insatisfeita com o atendimento. Logo depois, a atendente retrucou com uma palavra de baixo calão: “...moça, dá a nota que você quiser, vá tomar no c*”.
A cliente solicitou a gravação do diálogo para a Vivo e, na Justiça, pôde usar o CD contendo o áudio da conversa para comprovar a ofensa.
Segundo a decisão, a indenização busca servir de “compensação do contratempo sofrido e inibir novas ações ilícitas” da empresa. O magistrado também destacou que o “tratamento rude, com uso de palavras chulas, vulgares, constitui falha na prestação de serviço que deve sofrer reprimenda do Judiciário”.
Procurada, a Vivo informou que ainda não foi oficialmente notificada da decisão. A empresa reforçou "que prima pelo respeito e cordialidade no atendimento ao cliente em todos os canais de contato". De acordo com a operadora, "casos de atitude contrária a essa política são rigorosamente apurados e as medidas administrativas cabíveis são tomadas".
Postagem de Evandro Lopes.

0 comentários


EnviarEmoticon

Próxima Proxima
Anterior Anterior