sábado, 9 de julho de 2016

Técnicos da Assistência Social de Viçosa participam da II capacitação do Serviço de Acolhimento em Família Acolhedora.

A Secretária de Assistência Social, Dalva Vieira está participando, em Portalegre, da II Capacitação do Projeto Abrace Vidas do Ministério Público Estadual para a implantação do Serviço de Acolhimento Familiar para Crianças e Adolescentes em situação de risco sociofamiliar através de Famílias Acolhedoras. O serviço de acolhimento em Família Acolhedora consiste em cadastrar e capacitar famílias da comunidade para receberem em suas casas, por um período determinado, crianças, adolescentes ou grupos de irmãos em situação de risco pessoal e social, dando-lhes acolhida, amparo, aceitação, amor e a possibilidade de convivência familiar e comunitária.
       Segundo a secretária, Dalva Vieira, o município de Viçosa mantém um cadastro das famílias aptas a atuarem no serviço e com a capacitação, essas famílias serão habilitadas e preparadas para acolher crianças e adolescentes em situação de risco, que eventualmente possam surgir em Viçosa.
       A família de acolhimento representa a possibilidade de continuidade da convivência familiar em ambiente saudável para a criança ou adolescente, Assumindo o papel de parceira no atendimento e na preparação para o retorno da criança ou adolescente à família biológica ou substituta.
       De acordo com a secretária  o serviço de acolhimento é uma medida de proteção em caráter excepcional e provisório. “O trabalho é para acolher crianças e adolescentes vitimas de violência, como medida de proteção de afastamento temporário da família. A necessidade fundamental e prioritária é cuidar para que haja a reintegração familiar,” completou a secretária.
 
 
No caso de Viçosa que é um município de pequeno porte, além de não ter a demanda, apresenta dificuldades para implantar e manter serviços de acolhimento para crianças e adolescentes, e considerando a inexistência da demanda e as condições de gestão, a secretária pretende recorrer à implantação de um Serviço com Compartilhamento de Equipe (coordenação e equipe técnica). O serviço terá famílias cadastradas no município de modo a viabilizar o acolhimento da criança ou adolescente no seu próprio município de origem.
Além da secretária, estão participando da capacitação uma assistente social do CRAS, Glêdcia Juciele, uma assistente social da secretaria, Helane Maia, e um psicopedagogo também da secretaria, Elizaias Tavares.






Fonte:vicosaclick.blogspot.com.br
Postagem de Evandro Lopes.

0 comentários


EnviarEmoticon

Próxima Proxima
Anterior Anterior