sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Identificados adolescentes suspeitos de incendiar escola em Caraúbas para intimidar direção

 
 Uma equipe de polícia civil de Caraúbas elucidou crimes de incêndio a uma escola pública da cidade, sendo o último deles ocorrido na noite da última quinta-feira (11), quando foram identificados, nesta quarta-feira (17), os autores do delito, sendo estes cinco adolescentes. No crime, os jovens teriam incendiado a sala da secretaria e a sala dos professores da Escola Pública Leônia Gurgel, sendo três dos identificados suspeitos por participar deste crime, e dois por incendiar as cortinas da escola em uma outra ocasião.

A escola foi alvo dos ataques de incêndio por três vezes, sendo a primeira uma tentativa frustrada. Segundo o delegado de Caraúbas, Erick Gomes, os adolescentes confessaram o fato delituoso com tranquilidade, e demonstraram fascínio pela ideia de fazer parte de facções criminosas quando maiores de idade.


“Através de investigações, nós identificamos os adolescentes suspeitos pelos crimes e individualizamos a participação efetiva de cada um naquela empreitada criminosa. Constatamos também que as ações teriam, como fim específico, a intimidação da atual gestão para que a mesma ‘deixasse’ a escola, pois os suspeitos não aceitavam a disciplina e cobrança por parte da direção em relação aos mesmos, que estavam em conflito com a lei. Em depoimento, os adolescentes ainda demonstraram desejo em fazer parte de facções do crime quando maiores”, explicou o delegado de Caraúbas, Erick Gomes.

Ainda segundo ele, os jovens são alunos das turmas de 7º e 8º ano da escola. O caso será encaminhado ao Ministério Público para a tomada de providências cabíveis.

Fonte:De Fato 
Evandro Lopes.

0 comentários


EnviarEmoticon

Próxima Proxima
Anterior Anterior