segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Tiroteio deixa 3 mortos e fere chefe da UPP no Pavão-Pavãozinho no RJ.


Uma intensa troca de tiros nesta segunda-feira (10) na comunidade Pavão-Pavãozinho causou pânico e fechou o comércio na comunidade e em ruas de Ipanema, Lagoa e Copacabana, na Zona Sul do Rio. Além dos tiros, comerciantes relataram ter ouvido a explosão de uma bomba. Algumas vias foram interditadas, e o acesso ao metrô do Complexo Rubem Braga ficou fechado por mais de uma hora. 
O capitão da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da comunidade, Vinicius Apolinário de Oliveira, foi ferido por estilhaços. Ele foi levado para o Hospital Central da PM, no Estácio, e já teve alta. Dois PMs do Batalhão de Choque também foram feridos, segundo a Coordenadoria de Polícia Pacificadora. O estado de saúde deles não foi divulgado.
Três suspeitos mortos
Pelo menos três suspeitos foram baleados e morreram, segundo a CPP. Um homem conhecido como Samuca, que seria chefe do tráfico, ficou ferido. Ele e outros cinco suspeitos foram presos (veja a prisão no vídeo acima), após a mulher de um deles negociar a rendição.
Um vídeo com imagens fortes (veja no fim da reportagem), gravado por moradores de um prédio na Lagoa, mostra o momento em um dos suspeitos despenca de encosta no Corte de Cantagalo, após vários disparos atingirem o morro. Os disparos, segundo a polícia, foram feitos por PMs em um helicóptero do Grupamento Aeromóvel.
O confronto começou pela manhã, quando ocorreram vários ataques a bases da UPP no Pavão-Pavãozinho. De acordo com a Polícia Militar, o suspeito morto foi encontrado com um fuzil. Além de PMs de UPPs da Zona Sul, o Batalhão de Choque e o Comando de Operações Especiais (COE) patrulham a região.
Vias interditadas
Várias ruas da região foram interditadas por causa da troca de tiros. O Túnel Major Vaz, que liga Copacabana e Ipanema foi fechado, assim como as ruas Teixeira de Melo, em Ipanema, e a Gastão Baiana, na Lagoa. A Barão da Torre também chegou a ser interditada.
De manhã, a Rua Raul Pompeia, em Copacabana, já havia sido fechada durante um confronto. O acesso do metrô do Complexo Rubem Braga, onde elevador faz ligação com a comunidade, ficou fechado por 1h10, sendo reaberto por volta das 17h.
Comerciantes disseram ao G1 que ouviram, além de tiros, barulhos de bomba. A assessoria do Metrô confirmou o barulho de bomba próximo à estação General Osório.
Policial patrulha via próxima ao Pavão-Pavãozinho (Foto: Fabio Motta/Estadão Conteúdo) 
Policial patrulha via próxima ao Pavão-Pavãozinho (Foto: Fabio Motta/Estadão Conteúdo)
Armas, droga e equipamentos apreendidos no Pavão-Pavãozinho (Foto: Nicolás Satriano/G1) 
Armas, droga e equipamentos apreendidos no Pavão-Pavãozinho (Foto: Nicolás Satriano/G1)
Comércio fechado na Rua Sá Ferreira, em Copacabana (Foto: Nicolás Satriano/G1) 
Comércio fechado na Rua Sá Ferreira, em Copacabana (Foto: Nicolás Satriano/G1)
Um morador afirmou que o tiroteio começou às 6h, quando bandidos tentaram subir a principal ladeira da comunidade para "tomar o morro".

Evandro Lopes.

0 comentários


EnviarEmoticon

Próxima Proxima
Anterior Anterior