quinta-feira, 26 de outubro de 2017

Bebê tem braço e clavícula quebrados durante parto em hospital público

Bebê sofreu fraturas na clavícula e braço (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
Um bebê que nasceu no Hospital Dona Regina, em Palmas, teve um braço e a clavícula quebrados durante o parto. Os pais querem entender porque o parto foi normal, pois uma das médicas queria fazer cesariana. Pedro Miguel nasceu na segunda-feira (23) com 4,6 kg e está internado devido as complicações.

O quarto do bebê está pronto há meses. "Quando fizeram o ultrassom no Dona Regina, deu 2,6 kg. Aí a médica viu e disse que dava parto normal. Uma das médicas falou: 'não, esse menino está muito grande'. Mas mesmo assim, ela fez parto normal. Ele nasceu com 4.610 kg", disse o pai do bebê, Everton Pereira Rocha.

A mãe do menino também continua internada na maternidade. "Sangrou bastante, ficou muito fraca. Ela não está andando, está na cadeira de rodas porque as pernas dela doem muito e as partes dela foram muito machucadas", disse a avó do menino, Maria Tereza Rocha.

O médico obstetra Giuliano Rezende conta que para definir o tipo de parto, vários critérios precisam observados. "Se a bacia dessa paciente é favorável ao parto, se a bacia é boa, se tem alguma alteração. Avaliar o tamanho do feto, posição dele. E se nascer de parto normal ou não é preciso acompanhar a evolução do parto."
 
Bebe ainda está internado no hospital (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

A Secretaria de Estado da Saúde informou que a direção da maternidade Dona Regina vai abrir uma sindicância para apurar o que aconteceu e que tomará as providências necessárias sobre esse caso.

"Seria um menino perfeito, normal. Só que por causa de imprudência de alguns profissionais ou porque não quiseram fazer cesariana, meu filho agora está com problema: com o braço quebrado e a clavícula. Não sei se tem alguma coisa a mais."

TV Anhanguera / Nosso Paraná.

0 comentários


EnviarEmoticon

Próxima Proxima
Anterior Anterior