domingo, 7 de janeiro de 2018

PM é assassinado nas Rocas em Natal na tarde desse domingo


O cabo da Polícia Militar identificado como Alberto foi assassinado na tarde deste domingo (07), na Rua Belo Horizonte, no bairro das Rocas. Vários tiros atingiram. Não houve tempo de socorro. Informações de populares dão conta que homens em um veículo atiraram, várias vezes, no PM que estava em uma moto. Cabo Alberto era lotado na Companhia Independente de Turismo.
"Perdemos mais um Policial na tarde deste domingo 07 de Janeiro de 2018. Mais um homem de bem que deu sua vida e que covardemente foi tombado pelo crime que cresce sem freio em nosso Rio Grande do Norte. O cabo Carlos Alberto Araújo da Costa, também conhecido como Galego, foi covardemente baleado por criminosos que são fruto de incompetência dos nossos governantes.
Testemunhas relataram que o policial estava de moto quando elementos em um veículo atiraram várias vezes no PM, em uma possível tentativa de assalto. Cabo Alberto morreu ainda no local. Apesar do sentimento de luto, os integrantes da polícia militar não estão medindo esforços para encontrar os criminosos envolvidos nessa covardia. Diligências estão sendo realizadas neste momento.
Alia-se a isso a profunda alteração das leis penais e de execução penal, a começar com o famigerado Estatuto da Criança e do Adolescente, que praticamente acabaram com o cumprimento de penas no Brasil. Infelizmente com o tempo passamos a nos acostumar com essa rotina de vermos cidadãos de bem serem mortos todos os dias. Mas será que isso é normal? Será que em países da Europa ou nos Estados Unidos as coisas são assim? A resposta é simples e direta: Não.
Se os brasileiros não acordarem e não tiverem coragem de agir, de maneira clara e decidida, em favor das suas polícias militares pode ser que acordem um dia e descubram que não sobrou ninguém para vir lhe proteger da horda de marginais armados que está dobrando a esquina. A Polícia Militar chora. O nosso cinza foi manchado de sangue", disse Tenente-Coronel Fernandes.
Fonte: Blog do Miquéas Capuxú

0 comentários


EnviarEmoticon

Próxima Proxima
Anterior Anterior