terça-feira, 13 de março de 2018

Brasil fabricará 400 testes de doenças autoimunes por dia

Empresa alemã chega ao país com unidade fabril para facilitar a detecção de doenças como zika, dengue, febre amarela e chikungunya

http://www.imcgrupo.com/impress/gt/upload/0650738145a8c6190eeffacb10370087.jpg
A EUROIMMUN inaugurou hoje, 09, sua unidade fabril no Brasil. Localizada em São Caetano do Sul, a fábrica teve um investimento de R$ 12 milhões e vai produzir 400 kits de diagnóstico diariamente. A empresa está no país há cinco anos e é pioneira em oferecer testes de zika, chikungunya, febre amarela e dengue. Em 2016, a empresa registrou um crescimento de 350% e em 2017 o aumento foi de 280%.

"Nosso maior ganho em fabricar os kits será em logística. Produzindo aqui vamos diminuir o tempo de entrega aos laboratórios. O que antes demorava de 60 a 90 dias, agora será possível realizar em, no máximo, 72 horas", conta Gustavo Janaudis, CEO da filial brasileira da EUROIMMUN.

Assumindo o processo nacional como um todo, a empresa pretende otimizar a gestão de estoque que garante o abastecimento ininterrupto, aumenta sua demanda e sua capacidade produtiva para suportar as necessidades do mercado. O local contará com Laboratório de Referência, Instituto de Imunologia Experimental e Centro de Treinamento LATAM.
A EUROIMMUN Brasil teve uma grande quantidade de registros deferidos em 2017, entre eles: HPV, Treponema pallidum no líquor (neurosífilis), Intolerância alimentar, Miastenia gravis, Leishmaniose, Tau-fosforilada para o diagnóstico da Doença de Alzheimer, hormônio anti-mulleriano para fertilidade feminina, entre outros.
Para 2018 a empresa pretende registar junto à ANVISA diagnóstico para Brucelose, Hantavírus, Schistosoma mansoni por ELISA e outros que estão em planejamento. Além do diagnóstico humano, a empresa está iniciando no mercado veterinário com kits diagnósticos para brucelose, leishmaniose, toxoplasmose e doença autoimunes.


0 comentários


EnviarEmoticon

Próxima Proxima
Anterior Anterior