quinta-feira, 15 de março de 2018

CAERN afirma que adutora de Pau dos Ferros atingiu limite máximo de utilização

As inúmeras denúncias sobre os constantes vazamentos na adutora de engate rápido, que abastece Pau dos Ferros e diversos municípios do Alto Oeste, suscitaram a retomada das discussões em torno de uma problemática que voltou a assombrar a população: a escassez de água nos reservatórios.
É que, de acordo com informações divulgadas pelo Jornal de Fato, edição desta quarta-feira (14), assessoria de comunicação da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (CAERN) confirmou que a vida útil da adutora emergencial, que custou R$ 13 milhões aos cofres públicos, chegou ao fim. 
Sem dúvidas, uma realidade preocupante, já que as chuvas registradas até o momento não foram suficientes para encher os principais reservatórios da região, sobretudo o de Pau dos Ferros que é considerado o de maior capacidade.
Ainda na reportagem, a CAERN deixou claro que, apesar dos esforços para sanar problemas com vazamentos, a adutora não estaria mais servindo para o seu propósito. Para piorar, a companhia estatal não apontou uma solução a curto prazo para o problema.
No entanto, à reportagem do Jornal de Fato, foi repassada a informação de que o Governo do Estado realizará um estudo, através da CAERN, IGARN e SEMARH, objetivando encontrar novas alternativas para não deixar a população desassistida quanto ao abastecimento d'água.
Aguardemos...
Fonte: Política Pauferrense.

0 comentários


EnviarEmoticon

Próxima Proxima
Anterior Anterior