segunda-feira, 23 de abril de 2018

Após dois anos em colapso, cidade do RN volta a ter abastecimento de água regular

Francisco Dantas é o primeiro município da região do Alto Oeste a sair da situação de colapso. Expectativa é que mais cidades tenham abastecimento regularizado em breve.

Açudes começam a receber água, no interior do RN, após seis anos de seca (Foto: Thiago Messias/ Inter TV Costa Branca )
Açudes começam a receber água, no interior do RN, após seis anos de seca (Foto: Thiago Messias/ Inter TV Costa Branca )
A cidade de Francisco Dantas é a primeira da região do Alto Oeste potiguar a sair da situação de colapso no abastecimento de água. Desde a quinta-feira (19), a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) está operando o sistema que atende a população de cerca de 2.900 habitantes. O município estava em situação de colapso desde fevereiro de 2016.
Segundo o gerente da Regional Alto Oeste da Caern, Esmeraldo Alves, as equipes da Companhia também trabalham no reparo de vazamentos que foram registrados em decorrência do tempo em que os equipamentos ficaram parados.
Francisco Dantas é abastecida pelo Açude Tesoura, que transbordou com as últimas chuvas. Ainda na região do Alto Oeste, a Caern está tomando as últimas providências para colocar em operação os sistemas de outras nove cidades. Destas, duas não estavam em colapso, mas voltarão a utilizar o manancial da própria cidade.
Ainda segundo a Caern, até o final da semana que vem saem oficialmente da situação de colapso os municípios de Luís Gomes e José da Penha. Luís Gomes é a cidade que está em colapso há mais tempo: desde outubro de 2011. José da Penha enfrenta essa situação desde novembro de 2016.
Em seguida, voltarão a receber abastecimento da Caern as cidades de Paraná, Rafael Fernandes, Marcelino Vieira, Almino Afonso e Tenente Ananias.
Das 11 cidades em colapso na região, São Miguel e Pilões ainda estão sem previsão de receber água. Já a cidade de João Dias depende só da chegada de novas chuvas para retomar o abastecimento.

Seridó

Caern informou também que trabalha para retomar abastecimento de Serra de Santana e emergencial de Currais Novos/Acari.

Cidades em colapso

  • Luís Gomes, desde outubro de 2011
  • Tenente Ananias, desde agosto de 2014
  • João Dias, desde novembro de 2014
  • São Miguel, desde janeiro de 2015
  • Pilões, desde março de 2015
  • Rafael Fernandes, desde novembro de 2015
  • Paraná, desde dezembro de 2015
  • Marcelino Vieira, desde fevereiro de 2016
  • Almino Afonso, desde março de 2016
  • José da Penha, desde novembro de 2016
  • Cruzeta, desde setembro de 2017
  • Jardim do Seridó, desde outubro de 2017
  • Messias Targino, desde janeiro de 2018
  • Patu, desde janeiro de 2018
G1RN.

0 comentários


EnviarEmoticon

Próxima Proxima
Anterior Anterior