sexta-feira, 20 de abril de 2018

Vacinação contra a gripe começa segunda (23) no RN; veja quem tem direito a doses gratuitas no SUS

RN registrou dois óbitos por H1N1 em 2018. Meta é vacinar 879.430 pessoas no RN. Campanha segue até 1º de junho.

Vacinação começa nesta segunda (23) em todo o Rio Grande do Norte (Foto: Semus/Divulgação)
Vacinação começa nesta segunda (23) em todo o Rio Grande do Norte (Foto: Semus/Divulgação)
A vacinação contra a gripe começa na próxima segunda-feira (23) em todo o Rio Grande do Norte. A meta é vacinar 879.430 pessoas no RN. A campanha é nacional e segue até 1ª de junho. Em todo o país a estimativa é que 54,4 milhões de pessoas sejam imunizadas.
Veja qual é o público-alvo para receber as doses gratuitamente no SUS:
  • pessoas a partir de 60 anos
  • crianças de seis meses a cinco anos
  • trabalhadores da área de saúde
  • professores das redes pública e privada
  • mulheres gestantes e puérperas
  • indígenas
  • pessoas privadas de liberdade (incluindo adolescentes cumprindo medidas socioeducativas
  • profissionais do sistema prisional
  • portadores de doenças que aumentam o risco de complicações em decorrência da influenza
A contraindicação da vacina é para quem tem alergia severa a ovo.
"Em 2017, o RN vacinou 85,7% desta população, e para este ano a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) está concentrando esforços para que os municípios vacinem o máximo possível de pessoas pertencentes aos grupos prioritários. A ideia é que assim se possa reduzir as internações, complicações e óbitos causados por influenza”, disse Katiucia Roseli, coordenadora de Imunizações da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap).
O 'Dia D' da vacinação contra a gripe será 12 de maio no Rio Grande do Norte.

Óbitos no RN

De acordo com a Subcoordenadoria de Vigilância Epidemiológica da Sesap, este ano, nos meses de janeiro e fevereiro foram notificados 18 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave, com dois óbitos.
A influenza, mais conhecida como gripe, é uma doença respiratória infecciosa de origem viral, que pode levar ao agravamento e ao óbito, especialmente nos indivíduos que apresentam fatores ou condições de risco para as complicações da infecção (crianças menores de 5 anos de idade, gestantes, adultos com 60 anos ou mais, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais).

Tipos de vírus

A vacina desse ano tem a possibilidade de proteger contra três tipos de vírus da gripe: o Influenza A, nas variações H1N1 e H3N2 e influenza B. Para o ministério, o acréscimo da proteção contra o H3N2 acontece após a infecção de 47 mil pessoas no hemisfério norte, em janeiro

Sintomas e prevenção

A gripe é uma doença altamente contagiosa e pode se espalhar de forma rápida em locais fechados. No Brasil tem sua sazonalidade nos meses de maio até o final do inverno. O tempo de incubação do vírus pode variar de um a três dias. Os sintomas da doença podem prevalecer de três a sete dias e a recuperação do paciente pode levar até duas semanas. Os sintomas são geralmente: febre alta, dor no corpo, de garganta e de cabeça, corrimento do nariz, excesso de catarro, tosse e fraqueza muito grande. Quando não tratada corretamente pode evoluir para outras doenças como a bronquite e a pneumonia bacteriana.
“Para diminuir a proliferação do vírus alguns cuidados podem ser reforçados no período em que a pessoa estiver com gripe, como lavar sempre as mãos com água e sabão, ou, ainda, usar álcool 70%, principalmente após tossir e espirrar. Utilizar lenços descartáveis, deixar ventilado o ambiente, cobrir boca e nariz sempre que espirrar ou tossir, não tocar na região dos olhos, nariz e boca sem que a mão esteja limpa, não compartilhar objetos de uso pessoal, como garrafas, copos e talheres”, reforça Katiucia Roseli. 

G1RN.

0 comentários


EnviarEmoticon

Próxima Proxima
Anterior Anterior