quarta-feira, 31 de julho de 2019

Após ter ingerido bebida alcoólica,filha atropela e mata a própria mãe na Zona Norte de Natal

Filha que matou mãe atropelada ganha liberdade provisória, "Jamais a minha sobrinha ia fazer isso de propósito, porque elas se amavam”. Com essas palavras, Elielma Araújo falou sobre a tragédia que aconteceu com a família na madrugada de segunda-feira (29).
A sobrinha dela, Dilênia Larissa de Araújo Santos, 19 anos, atropelou e acabou matando a própria mãe, a costureira Elielda Araújo dos Santos, ao tentar dirigir pela primeira vez após ter ingerido bebida alcoólica, segundo os familiares. Segundo parentes, ela também não possuía carteira de habilitação.
O acidente ocorreu na frente da casa onde elas moravam na Zona Norte de Natal. A filha foi presa e passou por audiência de custódia na Justiça Estadual, sendo liberada na tarde de segunda. O juiz Diego Costa Pinto Dantas determinou a liberdade provisória de Dilênia Larissa.
A irmã da vítima e tia de Larissa disse que toda a família estava rezando para que ela fosse solta. “Estamos muito tristes pelo que aconteceu e sabemos que foi uma fatalidade. O pai de Larissa já falou que vai levar ela no psicólogo”, destacou a tia.
Na decisão o juiz afirma que “com base nos depoimentos colhidos dos autos, o crime atingiu a autuada de tal forma que a pena maior para ela será conviver com a lembrança de ter matado a quem lhe deu a vida”.
Larissa ganhou a liberdade e deverá cumprir medidas cautelares como: não poder se ausentar por mais de 8 dias da comarca até o processo ser julgado; recolhimento domiciliar noturno a partir de 21h e comparecer mensalmente à justiça.
Fonte: OP9.

0 comentários


EnviarEmoticon

Próxima Proxima
Anterior Anterior