quarta-feira, 30 de outubro de 2019

Região Nordeste registra a maior alta para a gasolina, revela levantamento da Ticket Log

Combustível ficou 0,75% mais caro para os motoristas; já o etanol, baixou 0,4%, sendo o recuo mais expressivo no cenário nacional
Imagem relacionada



Com exceção do etanol, o preço dos combustíveis subiu pelo segundo mês consecutivo nos postos da Região Nordeste, revela o levantamento de setembro do Índice de Preços Ticket Log (IPTL). A gasolina avançou 0,75%, com o litro vendido à média de R$ 4,582. Foi a maior alta registrada para o combustível em todas as regiões do País. Na contramão, o etanol ficou 0,4% mais barato em relação à média de agosto, comercializado a R$ 3,693.

“O último IPTL destaca que o valor médio da gasolina no Nordeste apresentou a maior alta de todo o País, com o litro saindo de um patamar de R$ 4,548, em agosto, para ser comercializado a R$ 4,582, no último mês. No Rio Grande do Norte, o avanço nas bombas chegou a 3,5%, sendo a alta mais expressiva para o combustível registrada em todo o território nacional”, comenta o Diretor-Geral de Frota e Soluções de Mobilidade da Edenred Brasil, Jean-Urbain Hubau (Jurb).

No recorte local, os Estados da Paraíba e Pernambuco dividem a posição do litro da gasolina mais barata, sendo vendido a R$ 4,421, ante os R$ 4,735 no Piauí. Já o Maranhão, liderou o ranking do maior preço médio do etanol, com o litro comercializado a R$ 3,954.

Em Alagoas, foi encontrado o maior preço médio para o diesel comum e o diesel S-10: R$ 3,875 e R$ 3,944, respectivamente. Por lá, outro destaque foi a alta no gás veicular natural (GNV), que avançou 3%, o maior aumento registrado para o combustível em todo o País.

Os postos de Sergipe se destacaram pelo recuo de 0,08% no preço médio do etanol, com o litro a R$ 3,787, ante os R$ 3,79 do mês anterior. Já na Bahia e no Ceará, a gasolina avançou 1,2% e 0,7%, respectivamente.


No contexto nacional, o cenário foi de aumento nos preços dos combustíveis nos postos de todo País. O etanol e a gasolina registraram a menor variação em relação a agosto, com 0,3% e 0,4%, respectivamente, enquanto o preço do litro do diesel-S10 aumentou 2,6% e, do diesel comum, 2,5%. Já o GNV avançou 0,56%, com preço médio de R$ 3,365.



 

0 comentários


EnviarEmoticon

Próxima Proxima
Anterior Anterior