-->

segunda-feira, 6 de abril de 2020

UFRN recebe R$ 18 milhões para compra de testes da Covid-19 e equipamentos de proteção

  Reitor da universidade solicitou verba ao Ministério da Educação.
Teste sendo realizado do Instituto de Medicina Tropical da UFRN — Foto: Glória Monteiro/Divulgação/UFRN
Teste sendo realizado do Instituto de Medicina Tropical da UFRN — Foto: Glória Monteiro/Divulgação/UFRN
A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) recebeu R$ 18 milhões do Ministério da Educação, que serão aplicados no enfrentamento ao novo coronavírus no estado. A instituição vai utilizar os recursos para adquirir materiais para cerca de 100 mil testes da Covid-19, além de equipamentos de proteção individual (EPIs).
"A testagem em grande volume pode salvar vidas e permitir a adoção de medidas que quebrem a cadeia de transmissão. O próximo desafio é conseguir adquirir os materiais para os testes e EPIs, que dependem de disponibilidade dos fornecedores”, detalhou o reitor José Daniel Diniz Melo que solicitou a verba ao MEC.
A força-tarefa da UFRN no combate ao vírus começou no dia 19 de março e aumentou a capacidade de processamento de exames do Laboratório Central de Saúde Pública do Rio Grande do Norte (Lacen), com testagens para dengue, chikungunya, influenza, H1N1 e Covid-19. A ação tem a participação do Centro de Ciências da Saúde (CCS-UFRN), do Centro de Biociências (CB-UFRN) e do Instituto de Medicina Tropical (IMT-UFRN).
“Com a compra desses novos testes, vamos ajudar nos exames dos profissionais do estado que atuam em serviços essenciais, como saúde e segurança. Será possível um diagnóstico mais rápido, evitando que as pessoas infectadas circulem propagando o vírus”, explicou Selma Jerônimo, diretora do IMT.
De acordo com a UFRN, entre 26 de março e este sábado (4), 913 testes para Covid-19 foram feitos nos laboratórios da universidade. Do total, 175 foram positivos e 738 apresentaram resultados negativos para o novo coronavírus.
A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) começou a fazer testes para detecção do novo coronavírus - o Covid-19 - em pacientes do estado, no fim de março. De acordo com a instituição, foram comprados kits para três mil exames com recursos próprios e do Instituto de Medicina Tropical (IMT)

G1 RN.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Parceiro MAGALU